Crescer

A cada dia percebo que crescer só muda o nosso tamanho e inteligência, porém continuamos com as mesmas necessidades de quando éramos pequeninos.

Os choros em busca de atenção continuam os mesmos, quantas pessoas temos confiança de poder conversar? Quantas pessoas que estão dispostas a realmente ouvir nossos problemas e não ser apenas uma estátua indiferente ao que lhe acontece ou ao que lhe chega os ouvidos.

Os machucados ainda doem da mesma forma quando nós foram feridos no passado, por mais que se tente esquecer sempre vem aquele flash de memória em uma situação rotineira que presenciamos no dia a dia e que nós faz lembrar o passado.

Os brinquedos apenas mudam de tamanho, de forma e de valores, tendem a serem  cada vez  maiores e mais caros do que antigamente.

Quando penso que tenho todas as respostas para todas as perguntas da vida ela em um simples passe de mágica muda as perguntas. Não é possível resolver problemas novos com soluções antigas, temos que a cada dia inovar e superar a nós mesmos.

Cuidado com as perguntas que fizer, as vezes você pode não estar preparado para as respostas e ao invés de ser uma solução acabará se tornando um tormento.

Como diz a melodia de Almir Sater “Ando devagar porque já tive pressa, e levo esse sorriso porque já chorei demais”

Quando batemos em alguem é facil esquecer mas quando apanhamos a dor chega a ser insuportável, sou espírita desde pequeno e nunca compreendi direito o motivo do esquecimento durante a reencarnação, hoje se eu daria tudo o que tenho para que pude-se esquecer várias memórias tristes de minha atual vida.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*